Casas de Cultura: o elo entre a arte e o periférico

São sete espaços espalhados por diferentes bairros, apenas na Zona Leste, que oferecem cursos de música, dança, circo e artes plásticas, entre outras atrações.

Por Emilly Julia Caetano

 

São Paulo é uma cidade com enorme diversidade cultural e expõe inúmeras atrações para todos os gostos e faixas etárias. Além de admirar o acervo cultural em museus, bibliotecas e outros espaços de exposição., os moradores podem participar de atividades culturais de forma totalmente gratuita.

A prefeitura distribui espaços públicos que proporcionam educação cultural e mostram como é importante tal movimento na vida de um grupo social. Na região da Zona Leste, existem sete casas de cultura que promovem a interação da população com o mundo artístico, através de cursos, oficinas, shows e exposições. As oficinas duram em média dez meses e ao final os alunos obtêm certificado.

Casa de Cultura de São Miguel. Por: Alex Rosa

Com a chegada das novas tecnologias, os jovens muitas vezes optam por permanecer mais conectados e consumindo produtos na internet. Em razão disso, lugares como as Casas Culturais encontram dificuldades de atrair público  para sua programação. Cícero Cordeiro, coordenador da Casa de Cultura de São Miguel Paulista, relatou o quanto a equipe trabalha para conquistar novas pessoas e ressaltou o quão importante é a participação da população. “Procuramos apresentar atrações de qualidade que são conhecidas aqui no bairro e reunimos pessoas de todas as idades. Ano passado, conseguimos fazer passar por aqui aproximadamente 13.800 pessoas e neste ano estamos trabalhando a cada dia para aumentar essa frequência”, explica.

As Casas Culturais procuram sempre trazer novidades. “Temos agora uma programação orientada pela Secretaria da Cultura através dos núcleos das Casas, pois fomos orientados a fazer uma programação temática de acordo com o que se comemora no mês, por exemplo, em maio, será o hip-hop”, explica Cícero. Surgiu também um novo projeto chamado Giro da Cultura, que vem envolvendo os espaços culturais. Nele são indicados artistas por uma Casa de Cultura, que fazem uma apresentação em outro espaço na Zona Leste.

Os espaços utilizam as redes sociais, principalmente o Facebook, como forma de divulgação e contam também com um portal chamado Cultura Leste. “Ele foi criado em 2009 para divulgar os artistas da periferia e os eventos da região, pois observamos a falta de veículos de comunicação que atendessem de forma verdadeira as diversas manifestações artísticas e culturais nas extremidades da cidade”, relata Pedro Moreira, diretor de conteúdo e articulação da página.  Hoje, o site recebe 5 mil acessos diários e já passa de dois milhões e trezentas mil visitas. Para reforçar a divulgação, a página Cultura Leste usa a mídia TV Minuto, no metrô de São Paulo, com inserções no quadro ‘O Que Rola’, exibido nas linhas Vermelha, Azul e Verde.

Angélica Souza, monitora do Centro Cultural do Itaim Paulista citou que a maior divulgação através das redes sociais desencadeou um grande aumento de pessoas frequentando o espaço. Ela enfatiza as diferentes oficinas que o Centro oferece. “Temos de tudo, oficinas de arte que são pinturas, como grafite, serigrafia para fazer camisetas, telas e adesivos. De Hip Hop, que é produção musical, danças urbanas, oficinas de violão e canto, atingindo a todo tipo de público”, relata.

Atividades geradas em espaços como esses possuem o enfoque de ensinar ou aprimorar talentos na arte, música e dança, entre outros movimentos artísticos.  As Casas de Cultura do bairro atingem um público que vai de moradores do local às regiões vizinhas. Para os interessados em participar, as inscrições dos cursos e oficinas podem ser realizadas através dos sites ou nos próprios endereços fixos dos espaços culturais.


 

Casas de Cultura na Zona Leste:

 

Editor: Thifany Fernandes

Repórter/Redatora: Emilly Julia Caetano

Pauteiro: Matheus Lizardo

Fotografa: Alex Rosa

Revisora e multimídia: Barbara Sanches

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *