Portas abertas: clínicas universitárias auxiliam em tratamentos de saúde no Brasil

Por Thiago Siqueira

Com a crise econômica no país, os planos de saúde perdem cada vez mais associados. Um estudo feito pela Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil) em conjunto com a Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL) e o Ibope mostra que 76% da população brasileira não tem acesso aos serviços particulares.

Número de assinantes de planos de saúde cai no Brasil em 2018 – Crédito: Rafael Brayan

Para tentar trazer qualidade de vida às pessoas, universidades abrem as suas portas para auxiliar nos tratamentos dos pacientes. Um desses casos é a Universidade Cruzeiro do Sul, que presta serviços em sua clínica de fisioterapia à população.

O ex-aluno da instituição, Renan Kelver Zagoni, doutor em Fisioterapia, é o responsável pelo Núcleo de Fisioterapia no campus de São Miguel Paulista. Em entrevista à AUN Código, o profissional contou que o atendimento acontece no período da manhã e da tarde para pessoas com uma guia do Serviço Único de Saúde (SUS). “Em casos raros, abrimos exceções e aceitamos pessoas via convênio também. Como aqui é uma clínica-escola, é importante que os alunos aprendam sobre todos os casos”, explicou.

Zagoni também esclareceu que os serviços realizados por estudantes da universidade são supervisionados por professores. “São os alunos do 4º ano que realizam os atendimentos sob orientação de um docente da área. No período da tarde, geralmente, os profissionais de fisioterapia atendem os pacientes e os alunos apenas observam.”

TAXAS E HORÁRIOS DE ATENDIMENTO

O fisioterapeuta também ressaltou que existe um valor a ser pago pelo atendimento, mas que, dependendo da situação, o público poderá obter a isenção. “Há uma taxa de 50 reais para quem faz fisioterapia no solo e uma taxa de 80 reais para quem utiliza a piscina. Esses valores podem ser isentos pela assistência social, caso o paciente comprove a não condição de pagamento”, afirmou.

Segundo ele, há alguns limites estabelecidos para o atendimento da população. “Nós só atendemos se o caso estiver dentro da área de graduação, como doenças ortopédicas, neurologia, doenças da saúde da mulher, idosos e dos trabalhadores”, explica. Os casos aceitos são realizados sob demanda. O horário de cada caso é designado pela patologia e pela proximidade da residência do paciente. Por dia, são realizados mais de 300 atendimentos na clínica do campus.

O tempo estimado para finalizar certos tratamentos é variado, mas pode demorar anos. Estar perto das clínicas facilita para um atendimento melhor. A Universidade Cruzeiro do Sul atende à população da Zona Leste de São Paulo, auxiliando simultaneamente a formação acadêmica dos alunos de Fisioterapia e a condição de saúde dos pacientes.

NÚCLEO DE FISIOTERAPIA

Local:

– Rua Taiuvinha, 31

Horários de atendimento:

– Segunda, terça, quarta e sexta-feira, das 7h às 18h;

– Quinta-feira, das 7h às 17h

Contato:

– (11) 2037-5800

VEJA TAMBÉM:

Conheça o Núcleo de Fisioterapia da Universidade Cruzeiro do Sul

Saúde Pública em risco com diminuição nos índices de vacinação

Transtornos de ansiedade em Unidades Básicas de Saúde

  • Repórter – Thiago Siqueira
  • Editora – Marina Pimenta
  • Revisora – Agnes Cunha
  • Pauteira – Thaís Monteiro
  • Planejamento Multimídia – Rafael Brayan
  • Fotógrafo- Wesley Paulino

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *