Geração de Youtubers cresce cada vez mais

A carreira de youtuber famoso é cobiçada por diversos jovens no Brasil e no mundo

Por: Raíssa Correia 

Fazer vídeos para um canal no Youtube pode, sem dúvidas, acabar se tornando uma fonte de renda. Em entrevista à AUN, 4 jovens que trabalham ou desejam trabalhar no meio futuramente, contaram o porquê dessa carreira ser tão atrativa e como colocam isso na prática no dia a dia. O ator, humorista que faz shows de Stand-Up e usuário da rede, Lucas Cunha, do Canal Lucas Cunha, conta como funciona um pouco a administração e a carreira na área: “Tenho uma equipe de roteiristas que trabalha comigo, que pegam as informações das pessoas e mandam, tenho um produtor que produz os shows [de stand-up], tenho uma pessoa que liga para as empresas para pegar propagandas e comerciais, e tudo isso tende a cada ano crescer mais, esse é o meu objetivo.”

Lucas também contou que, no seu canal existe uma playlist específica chamada “Cidades de Verdade”, onde ele posta vídeos com diversas informações de bairros e cidades do Brasil de forma engraçada e descontraída: “As pessoas adoram ver nos meus vídeos aquilo que elas veem nas cidades delas, elas me mandam informações da sua própria cidade e eu falo isso nos vídeos de uma forma mais engraçada. É um serviço que eu presto de pegar aquilo que as pessoas já convivem, e transformar em humor. Até prefeituras das cidades as vezes compartilham os vídeos porque acham que aquilo realmente é um serviço prestado ‘pra’ cidade, eu acho isso muito bom e fico muito feliz com isso.”

Diferente de Lucas, a jovem Liliany Oliveira, do Canal Lily Etcetera, ainda não tem retorno financeiro dos vídeos que posta na rede, mas, diz que pretende tornar o canal famoso, onde ensina a fazer trabalhos artesanais e posta daily vlogs: “Eu pretendo ganhar sim dinheiro com o YouTube um dia. Pretendo continuar com o canal mantendo os vídeos na semana e conquistar cada vez mais público. Sempre gostei de trabalhos artesanais e desde pequena via minha mãe fazer crochê, pintar e foi despertando minha vontade pelo artesanato.”

Ver vídeos de outros jovens também influencia na decisão: A Bia do Canal Boca Rosa foi minha inspiração. Eu queria ser famosa, queria compartilhar minhas palhaçadas com o mundo, ensinar meninas a se maquiar…” Conta Bruna Gonçalves, 21, estudante de Administração e dona do Canal Mania de Beleza. A jovem disse que o seu sonho é ser modelo, e a ideia de criar o canal foi também para ajudar a realiza-lo. “O que eu sempre quis mesmo era ser modelo, mas vendo vídeos no YouTube e um meio super acessível, uma forma de entretenimento onde você compartilha seus gostos e conhecimentos de uma forma que atinge pessoas de diversos lugares sem ter que se locomover, é muito fascinante!”

Bruna gravando um de seus vídeos para o canal

Crianças youtubers

Para os adultos, o Youtube pode se tornar uma ótima fonte de renda. Com isso, as crianças estão sendo influenciadas a seguir o meio. São comuns os canais de crianças falando sobre games, cozinhando e até fazendo os famosos “daily vlogs” nos dias de hoje. A febre afeta não só os jovens, mas pessoas de todas as idades.

Henrique Oliveira, 12, contou um pouco sobre o que faz nos seus vídeos e como se inspirou: “O nome do meu canal é Canal Maluco, nele eu posto tags, desafios react e outras coisas. Criei o canal porque acho legal divertir as pessoas e me influenciei no youtuber Jon Vlogs.” Além disso, ele também quer ganhar dinheiro com isso um dia, possuindo cada vez mais inscritos. A mãe de Henrique sempre fica atenta aos conteúdos dos vídeos que o filho grava.

 

Canais mais famosos no Brasil e no Mundo

Em fevereiro, O Canal Kondzilla, do produtor Konrad Dantas, foi considerado o maior canal de música da América Latina. No Youtube, ele soma 30 milhões e 333 mil inscritos, com cerca de 678 videoclipes musicais – grande parte de funkeiros, incluindo alguns MC’s muito conhecidos como o MC Guime, Jerry Smith e o MC Kevinho.

Outra produtora é a GR6 Explode, que aparece em 9º lugar com 12 milhões e 800 mil inscritos. Além de clipes, o canal posta também alguns vídeos com a letra de músicas que foram produzidas ou co-produzidas pela Gravadora e Editora GR6 Music.

No humor, alguns canais conhecidos e assistidos são Whindersson Nunes, que tem o 2º canal com mais inscritos do país e 4º do mundo, Felipe Neto, um dos primeiros Youtubers de sucesso, Júlio Cocielo, do Canal Canalha e o Canal Porta dos Fundos, que conta com estrelas como Fábio Porchat e Gregório Duvivier e já virou série e filme! Confira abaixo uma tabela com os números de inscritos:

O Youtube

A plataforma de visualizações de vídeo YouTube alcança 1,5 bilhões de usuários mensais, segundo o site da IG em 2017. Pela facilidade e praticidade da versão mobile (aplicativo em smartphones e tablets), parte de sua audiência é concentrada nos aparelhos móveis.

Dentro da ferramenta, qualquer pessoa pode inscrever-se e criar o seu canal, onde é possível fazer a postagem de vídeos e playlists de diversos assuntos. Através desses canais, diversos usuários tornaram-se grandes fenômenos do YouTube no Brasil, muitos construindo até uma carreira no meio. Popularmente chamados de “Youtubers”, a grande maioria deles faz vídeos em formatos de “vlog” – uma espécie de blog em vídeo -, com características humorísticas e de entretenimento.

Saiba curiosidades sobre a rede no vídeo abaixo:

 

Fotografia de Thainná Bastos e Marian Capelini; Edição de Raíssa Correia; Revisão de Marian Capelini

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *