Youtubers mulheres fogem do estereótipo de moda e beleza

   Youtubers mostram que sabem dominar outros universos que vão além dos temas tradicionalmente femininos.

Por Vanessa Linhares

O Youtube é a plataforma de compartilhamento de vídeos mais acessada no mundo. Por conta disso, todos os dias surgem inúmeros produtores de conteúdo, com vídeos sobre os mais diversos assuntos. Porém, quando se trata de mulheres no Youtube, muitas pessoas as associam a conteúdos voltados somente para moda e beleza. E não é bem isso o que acontece, pois existem muitos canais de mulheres que falam sobre games, economia, esportes,  cinema e música. Apesar de sofrerem preconceito por não falar de assuntos “femininos”, essas youtubers vêm quebrando barreiras e mostrando que a mulher pode sim comentar games e futebol, que estes e muitos outros não são assuntos exclusivos dos homens.

Para saber como as pessoas avaliam a imagem da mulher no Youtube, a AUN realizou uma enquete com 52 pessoas. Perguntamos quais os temas que elas gostariam que fossem abordados pelas produtoras de conteúdo no Youtube.

 

 

Quem disse que mulher não entende de games?

 

Divulgação

A youtuber Amy Roviller, dona de um canal de gameplays, conta que sempre foi apaixonada por jogos. Quando era pequena, esperava o irmão sair do videogame para poder jogar . “Eu cresci no meio de garotos, então games e futebol são coisas comuns para mim”, conta. Criou o canal 10safiantes para poder dividir suas experiências e sua paixão pelo jogo League of Legends. Hoje, o seu canal já está consolidado e passa da marca de 100 mil inscritos, porém, Amy diz que “ser mulher num universo criado originalmente para homens é uma coisa bem louca: de um lado, algumas pessoas te acham fascinante, do outro, não levam você ou o seu trabalho a sério porque, segundo eles, você é mulher e mulher não entende de games”. A youtuber de League of Legends lembra que quando o assunto é games, os comentários machistas são muito comuns. “Por ser mulher, entre um público quase totalmente masculino, a gente ouve de tudo, mas com o tempo aprende a ignorar comentários de baixo calão e cuidar mais dos que gostam de você e te apoiam.”

 

Mas o que a gente leva disso tudo é que jamais podemos desistir daquilo que acreditamos. Mesmo que te botarem para baixo, o segredo é não abaixar a cabeça, se não o elmo de guerreira cai. – Amy Roviller.

 

Fazendo o que gosta

foto por: Vanessa Linhares

 

A youtuber e estudante de Publicidade e Propaganda Stephany Castro, do canal OiStephany, abordou assuntos de beleza durante algum tempo, mas atualmente o foco de seus vídeos é a paixão por fotografia. Com mais de 40 mil inscritos,  Stephany ensina seus seguidores a fazer edição de fotos de uma maneira leve e descontraída. Confira abaixo a entrevista em podcast com a youtuber.

 

 

1- Como youtuber, você sofre pressão para seguir os padrões de conteúdo feminino na internet?

2- Se algum dia você mudasse completamente o assunto do seu canal e abordasse temas que fogem de edições de fotos e lifestyle, você acha que perderia seguidores?

3- No geral, você acha que as mulheres que não tratam de assuntos considerados “femininos” no Youtube são discriminadas de alguma forma?

4- Você já sofreu preconceito por falar de beleza, lifestyle e edição de fotos no seu canal?

 

 

Confira os canais das entrevistadas:

Amy Roviller : 10safiantes!

Stephany Castro : OiStephany

 

Fotografia de Janaína Melo; Edição de Acsa Freire; Pauta de Natália Duarte; Revisão de Stefanie Oliveira; Mídias de Leandra Tarraga.

6 comentários em “Youtubers mulheres fogem do estereótipo de moda e beleza

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *