Jardins Verticais: um novo modo de respirar ar puro

Por: Bruno de Bonis e Estela Silva

Fotos: Fabiano Campos

Foi constatado em 2013 que nas principais avenidas da cidade de São Paulo há mais de 500 paredes lisas, sem qualquer indício de janelas, que apresentam alguma utilidade ou serventia. Cerca de 10% delas encontram-se no movimentado Elevado Presidente João Goulart – conhecido popularmente como Minhocão e considerado uma das áreas mais poluídas da cidade.

Tendo isso em vista, foi aplicado nos corredores o “Movimento 90º”, projeto socioambiental que dará lugar a áreas mais verdes em uma cidade totalmente cinza, dedicando um espaço aos Jardins Verticais e sua vasta cascata esverdeada.

Edifício com Jardins Verticais, próximo ao Minhocão
Edifício com Jardins Verticais, próximo ao Minhocão

Os Jardins Verticais são uma espécie de plantio inclinado, caracterizado pelo modo de cultivo hidropônico – ou seja, sem a necessidade de solo para a germinação. Firmado há mais de 1 ano pela Prefeitura de São Paulo, em forma de uma “advertência do bem”, o projeto foi regulamentado para que empresas causadoras de danos socioambientais patrocinassem a instalação desses jardins e a partir daí, mantivessem a manutenção por 6 meses. Após esse período, a responsabilidade fugirá de suas alçadas e passará a ser totalmente da prefeitura.

Quatro prédios localizados no Minhocão se voluntariaram para receber os jardins, hoje já concluídos. O mais antigo, na Rua Helvétia, possui dois paredões com as mais diversas plantas; outro, na rua Sebastião Pereira, conta com quase 600 metros quadrados de vasto plantio. O menor localiza-se na Avenida São João, e na Rua Amaral Gurgel, há um prédio personalizado pelo artista Pedro Wizr, trazendo a cultura ribeirinha para o Elevado.

O secretário Rodrigo Ravena, que atua na Secretaria do Verde e do Meio Ambiente, comenta que foram publicados editais. “Pretendemos fazer Jardins Verticais na região do Minhocão. Daí, então, se dá a característica da empena, ou seja, a parede cega que precisa para aquele determinado tipo de plantação”. Ravena afirma ainda que os prédios interessados se candidataram e ofereceram as empenas, propiciando a realização de um projeto para a instalação desses jardins na região.

A Secretaria Municipal do Verde e do Meio Ambiente considera o projeto como uma “fonte verde”, acarretando gsgsconsigo diversos benefícios. Entre eles, o auxílio na economia de energia elétrica onde se gastaria com ar condicionado e ventilador, sendo que a temperatura interna nesses prédios chegam a diminuir no máximo 7º graus. Além disso, as plantas abafam os ruídos e conseguem absorver até meia tonelada de poluentes, filtrando 30% das impurezas do ar. Desse modo, produzem oxigênio para 4.000 pessoas respirarem diariamente.

As solicitações de prédios que desejam adquirir os Jardins Verticais sem nenhum custo adicional devem ser entregues à Secretaria, na Rua do Paraíso, 387/389 – térreo, das 9h às 16h. Para outras informações, acesse http://www.prefeitura.sp.gov.br/cidade/secretarias/meio_ambiente/.

13 comentários em “Jardins Verticais: um novo modo de respirar ar puro

  • novembro 2, 2016 em 9:49 pm
    Permalink

    Excelente matéria não tinha conhecimento sobre o assunto achei uma boa alternativa sustentável

    Resposta
  • novembro 2, 2016 em 10:05 pm
    Permalink

    Otima ideia, juntar moradia com sustentabilidade

    Resposta
  • novembro 2, 2016 em 10:20 pm
    Permalink

    incrível de verdade, não tinha conhecimento sobre o assunto! Agora já entendo bastante, se em outros lugares fizessem também seria um ótimo lugar moradia

    Resposta
  • novembro 2, 2016 em 10:35 pm
    Permalink

    Uma ideia sensacional e inovadora, que mistura beleza e sustentabilidade dando uma cara nova a nossa cidade de pedra.

    Resposta
  • novembro 2, 2016 em 10:50 pm
    Permalink

    Assunto interessante. Muito bom mesmo.

    Resposta
  • novembro 2, 2016 em 11:02 pm
    Permalink

    Na cidade onde moro, vejo muitas casas antigas com jardins assim, é uma ideia incrível, além de ser bom para a vida, é bonito de se ver.

    Resposta
  • novembro 2, 2016 em 11:31 pm
    Permalink

    Excelente matéria, pois não tinha conhecimento de como funcionavam os jardins verticais e muito menos do projeto “movimento 90°”

    Resposta
  • novembro 3, 2016 em 12:13 pm
    Permalink

    Enfim um ótimo projeto que além de benefícios embelezam a cidade, ótima matéria.

    Resposta
  • novembro 3, 2016 em 2:16 pm
    Permalink

    Uma boa iniciativa para saber cuidar nossa casa comum o Seja nosso planeta terra. Precisamos ter consciência de nosso ecossistema , ser criativos como estão sendo Bruno e sua colega, para assim ajudar a construção do um mundo melhor.

    Resposta
  • novembro 3, 2016 em 2:18 pm
    Permalink

    Aqui perto de minha casa existe um shopinkg com sua fachada toda cheia de plantas muita lindas..

    Resposta
  • novembro 3, 2016 em 6:10 pm
    Permalink

    Achei fantástica a ideia, bom não só aos olhos como para o planeta também! Incrível ??

    Resposta
  • novembro 6, 2016 em 7:03 pm
    Permalink

    Acho genial . A cidade precisa pensar muito em soluções como essa . Uma solução funcional e ao mesmo tempo bonita .

    Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

X

Pin It on Pinterest

X