PT perde espaço no ABC, seu berço histórico

Foto: Site Oficial do PT

O Partido dos Trabalhadores, PT,  ficou mais fraco em seu berço histórico, o ABC Paulista. O partido tem três prefeituras na região, mas agora não tem como eleger mais de dois candidatos. Os atuais prefeitos do PT de Santo André e Mauá passaram para o segundo turno e estão em segundo lugar. A Legenda foi derrotada nas outras cinco cidades da região.

Em Santo André, o atual prefeito Carlos Grana (PT) obteve 20% dos votos, contra 36% do candidato Paulo Serra (PSDB). Em Mauá, o prefeito Donisete Braga (PT) ficou com 23% dos votos frente a 47% de Atila Jacomussi (PSB).

O PT deixará o poder depois de oito anos em São Bernardo do Campo. O candidato Tarcisio Secoli ficou em 3º lugar, com 23% e está fora do segundo turno. Os candidatos Orlando Morando (PSDB) e Alex Manente (PPS) disputarão o segundo turno. Em Diadema o segundo turno será com o prefeito Lauro Michels (PV) que concorrerá com Vaguinho (PRB). O petista Maninho ficou em terceiro lugar.

Nas três cidades da região que encerraram a disputa no primeiro turno, o PSDB ganhou em duas: com Auricchio, em São Caetano do Sul e Gabriel Maranhão, em Rio Grande da Serra. Em Ribeirão Pires, o PSB venceu com Kiko.

O PT vem sofrendo os efeitos das investigações da operação Lava Jato, da crise econômica iniciada no governo da Dilma Rousseff (PT) e do impeachment da ex-presidente. O auge da força petista no ABC aconteceu no ano 2000, quando elegeu prefeitos em cinco municípios da região, antes do primeiro mandato presidencial de Luiz Inácio Lula da Silva.

TextoThais Carvalho | Revisão: Damaris Tavares

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

X

Pin It on Pinterest

X