Cientistas desenvolvem teste de HIV em pendrive

Por: Alexandre Lima

Cientistas do Imperial College London, no Reino Unido, criaram um dispositivo USB que consegue medir a quantidade de vírus HIV existente no sangue, em parceria com a empresa DNA Electronics.

Para realizar o teste, o dispositivo necessita somente de uma gota de sangue – assemelhando-se aos testes de diabetes. Inserido no sensor do dispositivo e conectado em um computador pessoal ou smartphone, o software fará as medições prometidas, verificando o nível de acidez do sangue. O chip no interior do equipamento converte as informações em sinais elétricos, encaminhados para o aplicativo em que o resultado será enviado.

Fonte: Scientific Reports
Fonte: Scientific Reports

Os testes realizados para medir a procedência do aparelho, até o momento, mostraram-se positivos: os resultados são confiáveis e precisos, além de conseguirem apresentar um diagnóstico final em cerca de 30 minutos. Segundo estudos publicados pelo periódico online Scientific Reports e pela revista Nature, a média de testes chegou a 21 minutos com 95% de acerto – em testes comuns, a demora chega a três dias.

Impacto

Semelhante a um pendrive, a criação pretende manter atualizados os diagnósticos de portadores de HIV, que poderão monitorar regularmente quanto vírus há no sangue. Promete, ainda, auxiliar pacientes que moram em regiões carentes de testes comuns – além de possuir custo mais acessível. A tecnologia, por sua vez, ainda está em estágio inicial.

Um comentário em “Cientistas desenvolvem teste de HIV em pendrive

  • novembro 15, 2016 em 1:34 am
    Permalink

    Isso é sensacional e a praticidade é inacreditável!

    Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

X

Pin It on Pinterest

X