Facebook e Google se unem para acabar com notícias falsas

Por: Carolina Fernandes

Para amenizar a quantidade de publicação de informações falsas que circulam em redes sociais, o Google e o Facebook prometem banir este tipo de conteúdo pago em suas plataformas de anúncio.

O número de sites de notícias falsas tem aumentado por causa dos lucros que podem ser obtidos com a venda de anúncios publicitários, esses sites se dedicam a espalhar informações falsas, com o intuito de manchar a imagem de figuras públicas ou instituições.

Recentemente o Facebook foi alvo de polêmicas com as eleições dos Estados Unidos, quando usuários, pesquisadores e colunistas de jornais americanos afirmaram que notícias falsas sobre os candidatos podem ter influenciado a escolha dos eleitores. No ultimo sábado (19) o fundador do Facebook, Mark Zuckerberg, anunciou planos para combater a circulação de notícias falsas na rede social, ele disse em uma publicação no seu perfil, que a empresa “trabalha com esse problema há muito tempo e leva essa responsabilidade a sério”.

O Google diz que vai proibir a venda de anúncios “em paginas que distorcem ou escondem informações sobre o conteúdo ou o objetivo principal”, o que incluiria sites especializados em notícias falsas. Com isso, a empresa pretende impedir que os donos desses sites lucrem com conteúdos mentirosos e que possam levar os usuários à informações equivocadas. O Facebook fez um comunicado similar dizendo que vai atualizar as políticas de publicação.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

X

Pin It on Pinterest

X