Ninguém é inferior

Por: Camila Dantas 

Todos os dias, em todos os lugares, e em vários momentos, pessoas se deparam com o racismo e preconceito. Mesmo vivendo no século XXI, com tantos avanços da tecnologia e ciência, tudo evoluindo e crescendo, a mente de muitas pessoas ainda estão presas pela ignorância do racismo. Olhares tortos, palavras de ódio, xingamentos, expressões para humilhar e desvalorizar a vítima, atitudes mesquinhas, músicas, brincadeiras de mau gosto, são as armas usadas para atingir a vítima, e cometer o crime.

O racismo, é o preconceito que tem como base a diferença de etnias, culturas, religiões, etc. Algo muito comum, é presenciar  o racismo contra negros, sofrem diariamente algum tipo de preconceito, em que pode acontecer de uma forma banal, até um pensamento considerado ignorante, ” olha a cor dela”.

A discriminação, ocorre de várias formas e em vários lugares, pelas redes sociais, nas escolas, empresas, nas ruas, no mundo. Pessoas que acham, que ainda estão vivendo a época de escravidão, e que “brancos são maiores e melhores que negros”.

“Muitas vezes eu preferia falar para minha mãe que não estava bem, pois eu sabia que lá iriam zombar de mim, eu era deixada de lado, não me chamavam muito para brincar, eram poucos amigos que eu tinha, e até pelo fato que minha mãe é empregada doméstica eles já me olhavam torto”, conta Karla Chagas, negra, e que sempre sofreu rejeição por isso. A autoestima muito baixa, foi uma das consequências que Karla adquiriu por essas situações, mas ao passar do tempo, ela começou a entender que aquilo não acrescentava em nada para ela, e decidiu assumir a mulher linda e corajosa que ela sempre quis ser, “No começo não é fácil sabe, mas percebi que aquelas pessoas não faziam a menor diferença na minha vida, e que sou grata a cada um deles por ser a pessoa que me tornei” afirma ela.

Nosso dever é combater o racismo.
Nosso dever é combater o racismo.

Qualquer tipo de racismo ou preconceito é CRIME. No Brasil, desde 1989, existe a Lei 7.716, a chamada Lei Caó, que determina a prisão de um a cinco anos.

Além dos crimes de racismo, também há a conduta denominada de injúria racial (artigo 140 do Código Penal), que se caracteriza pelo ato de ofender a honra de alguém referente à raça, cor, etnia, religião ou origem. A injúria racial se dirige contra uma pessoa específica, enquanto o crime de racismo é dirigido a um conjunto de pessoas.

“Foram muitas vezes , eu cheguei na escola nova, eu tinha um cabelo bem cheio, e todos olhavam pra mim com uma cara estranha, me olhava de cima a baixo , eu tinha ask na época, (uma rede social de perguntas e respostas) e começaram a me “zuar” por ali, me humilharam muito, dizendo que eu era uma macumbeira por ser negra, que meu lugar não era naquela escola, que eu era feia, minha cor pior ainda, todos me humilharam muito pelas redes sociais,eu cheguei até em querer sumir, desaparecer…”, conta a jovem de etnia negra, Fabya Muniz. Ela afirma que sentia-se muito mal, humilhada, sem valor algum e logo sua autoestima foi afetada, “Eu me via completamente como um lixo mesmo, era exatamente assim que eu me via, dói até falar assim, mas tudo o que eu vivi foi terrível, me via como uma qualquer, sem valor nenhum!” pondera Fabya.

A jovem afirma que foi difícil superar, mas conseguiu, recuperou sua autoestima e seu valor, e defende que não pode se esconder e sim enfrentar a situação, e que depende de cada pessoa transformar a realidade e não aceitar o racismo em nosso meio.

“Ninguém nasce odiando outra pessoa pela cor de sua pele, por sua origem ou ainda por sua religião. Para odiar, as pessoas precisam aprender, e se podem aprender a odiar, elas podem ser ensinadas a amar, enquanto imperar a filosofia de que há uma raça inferior, e outra superior, o mundo estará permanentemente em guerra”, alega.

Fabya finaliza dizendo que as pessoas tem que ser como elas são, e não mudar por causa de terceiros, e se amarem do jeito que é, lindo(a).

O racismo não acontece só com negros ou brancos, é qualquer tipo de preconceito com as diferenças existentes, e como qualquer ação, tem sua reação e consequência.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

X

Pin It on Pinterest

X